logo.gif




Ventilador de Teto
História do ventilador
Tipos de Ventilador
Características, Instalação, Motor e Dicas
Ventilador de Teto x Ar Condicionado
Decoração e Acessórios
Fale Conosco
Mapa do site



 
 



História do ventilador
ventiladores.jpg
      O primeiro ventilador mecânico foi feito por leques presos por uma haste, que se moviam de acordo com as roldanas, por volta de 1880, nos EUA. E em 1882, Philip H. Diehl inventou o ventilador de teto: os primeiros modelos eram feitos com pás de latão, mas não se podia confiar em sua segurança. Porém, com os avanços industriais, o metal pôde ser produzido em série, facilitando a produção, aumentando a qualidade e a segurança.

       No Brasil, somente a partir da década de 70, o ventilador vetoriano ganhou grande popularidade e todas as empresas fabricavam praticamente o mesmo modelo. Mas, com o tempo, novos designs foram sendo desenvolvidos e recentemente o designer brasileiro, Guto Indio da Costa criou o ventilador “Spirit” (inspirado no avião Spirit of Saint Louis). É o modelo mais vendido atualmente, possui apenas duas pás, um design sofisticado, de variadas cores e é 30% mais eficaz do que o ventilador vetoriano.

      A mais recente invenção foi o ventilador sem pás, denominado como “Air Multiplier”, desenvolvido por James Dyson. Seu mecanismo é semelhante aos de motores a jato. Há um anel, por onde passa um fluxo de ar,  que é responsável por impulsionar e multiplicar a força desse fluxo. Uma corrente de ar é formada pela pressão, que puxa o ar da frente e de trás do ventilador. Mas esse novo modelo ainda não chegou ao Brasil.

 




Site desenvolvido por KERDNA Produção Editorial LTDA