Dentre todas as opções, o ventilador de teto é o único que não ocupa espaço, indicado tanto para ambientes pequenos, como grandes, pois alcança locais onde o ventilador de mesa ou de coluna não alcançam. Além disso, tem um baixo consumo energético e possui duas formas de funcionamento:

Como sopradores que sopram o ar de forma que resfrie o ambiente e também como exaustores, que apenas circulam o ar no local.

Dúvidas sobre Ventilador de Teto

A quantidade de pás interfere no fluxo do ar?

Normalmente, quanto maior o número de pás, maior também o fluxo de ar. Porém, quanto menor o número de pás, maior a velocidade de giro. Mas nem sempre isso é regra, pois considera-se a potência do motor, o peso e a aerodinâmica.

Pás de madeira, plástico ou aço?

Esse critério muitas vezes é decidido pela decoração, mas existem alguns fatores que podem influenciar. Os ventiladores de aço são mais pesados, podem correr o risco de oxidar e tendem a fazer barulhos depois de um tempo de uso. Eles são mais indicados para ambientes industriais e comerciais. Os de madeira também são mais pesados, mas nem por isso perdem a qualidade. Os de plástico podem ser mais vantajosos, pois a maioria possui pás com um formato aerodinâmico,tornando-os mais eficientes e com um custo mais baixo.

Preços

É possível encontrar ventiladores de diversos preços, desde R$100,00 a R$1000,00, tudo depende da qualidade, design, funcionalidades, garantia, marca etc. Mas, às vezes, um ventilador mais barato pode te oferecer as mesmas funcionalidades de um mais caro. O ideal é fazer uma pesquisa de preço e das marcas mais conhecidas, principalmente as que possuem assistência técnica em sua cidade, pois caso surja algum problema técnico, é muito mais fácil de solucionar.

Cuidados Básicos

  • Nunca inverta o sentido da rotação sem que o ventilador esteja completamente parado;
  • Cuidado com as pás quando estiverem em movimento;
  • Sempre limpe o ventilador, pois toda a poeira acumulada se espalha pelo ambiente quando o ventilador é ligado. Para isso, basta umedecer um pano e passar com cuidado sobre o ventilador.

Instalação de ventilador de teto

Para instalar um ventilador, é fundamental ter o manual do produto, pois cada marca e modelo têm um modo diferente de instalação. Mas existem algumas dicas básicas que servem para todos.

Importante: o melhor local para instalar é no centro do ambiente, onde normalmente fica o ponto de luz, facilitando todo o processo e tornando o local mais regular.

Para começar, é importante ter em mãos:

  • Escada;
  • Furadeira;
  • Chave de Fenda;
  • Alicate;
  • Fita isolante.

Dicas

  • Desligue o circuito geral do local;
  • Utilize fita isolante nas conexões entre os fios do ventilador com a rede elétrica;
  • O ventilador de teto precisa ficar a uma altura mínima de 2m e 30cm do chão e 0,5 das paredes;
  • Não segure o ventilador pelos fios;
  • Não misture modelos de pá de outra marca, use as peças originais;
  • Confira se o local do ventilador não coincide com a abertura e o fechamento de portas e janelas;
  • Se o ventilador estiver fazendo algum barulho após a instalação, é porque não foi instalado corretamente, ou alguma peça pode estar solta;

Qual lâmpada adequada para usar no ventilador de teto?

Se o ventilador tiver lustre com um soquete, é melhor utilizar lâmpadas de até 60W; se houver mais de um soquete, lâmpadas de até 120W.

Balanceamento e Alinhamento

Para que o ventilador fique bem balanceado, certifique-se de que os parafusos localizados nas pás e nas garras estão bem apertados. Outra medida importante é medir a distância da ponta de uma pá até o teto (utilize uma trena rígida) e de acordo com essa medida, ajuste as outras pás através das garras, para que todas fiquem iguais. Para fazer esse ajuste, basta inclinar a pá um pouco para cima ou para baixo e apertar os parafusos.

Motor

O motor do ventilador é o elétrico com corrente alternada, utilizado na maioria dos eletrodomésticos. Ele transforma a energia elétrica em energia mecânica, ou seja, faz com que as pás girem. Esse ato de converter a energia é realizado por um gerador.

Para que as “pás girem”, existe o “rotor” e é preciso um torque (momento) para iniciar o giro, que é reproduzido por forças magnéticas. As forças de atração ou de repulsão, quando são desenvolvidas entre rotor e estator, fazem com que os pólos móveis do rotor sejam puxados ou empurrados, produzindo os torques.